19 de jun de 2017

A herdeira do fogo (Sarah J. Maas) – DL L&T 2017


Título: A herdeira do fogo
Autora: Sarah J. Maas
Mês: Junho
Tema: Fantasia
Editora Galera Record, 518p.

Celaena está nas terras distantes do reino de Adarlan para matar os líderes da rebelião. Mas ela decide não levar esse plano adiante. Ao invés disso, ela resolve descobrir mais sobre sua própria origem feérica. Em seu caminho aparece Rowan, um guerreiro féerico muito mais velho que Celaena. Ele a leva para encontrar sua tia, com quem a jovem faz um acordo: ela lhe dá as informações que precisa sobre uma forma de derrotar o rei de Adarlan se Celaena for digna o suficiente de entrar na cidade mística. Para isso, Celaena é treinada por Rowan. O relacionamento deles no início é bem difícil, mas a medida que vão se conhecendo, eles passam a se entender. Enquanto isso, Dorian está lidando com a própria magia, que ele ainda está aprendendo a controlar para que seu pai não perceba. Seu relacionamento com Chaol, o capitão da guarda do rei, está complicado desde que Celaena foi embora, e agora com a chegada de Aedion, um famoso general do rei de Adarlan e um dos únicos a sobreviver ao massacre que supostamente deveria ter matado seus parentes, a situação se complica mais. Longe dali, variados clãs de bruxas que estão do lado do rei se juntam para adquirem suas montarias, criaturas aladas ancestrais muito poderás e partirem para a guerra...

Esse livro é simplesmente maravilhoso. Eu achei que nada fosse superar as surpresas que Coroa da meia-noite trouxe, mas me enganei. A chegada de Aedion e sua verdadeira ligação com Celaena foi o que mais me surpreendeu. Além disso, Manon e sua relação com sua montaria alada me deixou completamente apaixonada (sim, eu sei que Manon é uma bruxa horrível, mas ela também é incrível, e sua ligação com sua criatura me lembrou muito de Eragon e Saphira. Terminei o livro e dei graças a Deus de já ter a continuação em casa. Sobre a diagramação do livro, o trabalho da Galera Record continua um primor. Completamente recomendado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário