19 de abr de 2014

Farenheit 451 (Ray Bradsbury) – DL 2014


Título: Farenheit 451
Autor: Ray Bradsbury
Mês: Abril
Tema: Ficção científica
Editora Globo, 256p.

Em um mundo distópico, os bombeiros não são chamados para apagar incêndios, mas para iniciar queimadas. Montag é bombeiro, e sua tarefa é queimar os livros que encontra na casa das pessoas. Porque é crime ler livros. Ele é casado e aparentemente leva uma vida normal. Até o momento em que, em uma de suas queimas rotineiras, uma mulher acaba morrendo porque se recusou a se separar de seus livros. Montag começa a questionar sua vida aparentemente normal, o sistema, e passa a se interessar pelos livros proibidos. Ao ser descoberto, se torna criminoso e fugitivo.

Um livro interessante. Eu sempre tive curiosidade sobre esse livro, que aumentou depois que eu vi o filme homônimo de 1967 para um trabalho de faculdade. O conceito da queima de livros sempre me interessou, devido às razões por trás desse tipo de ação. O livro é bem melhor que o filme, mostra um lado mais humano de Montag que eu não consegui ver no filme. Vale a pena a leitura. Recomendo.

Contos da Seleção (Kiera Cass) – DL do Tigre 2014


Tema: Hype do momento
Mês: Abril
Leitura do mês: Contos da Seleção: o príncipe e o guarda
Autora: Kiera Cass
Editora Seguinte, 257p.

O conto O príncipe narra alguns acontecimentos antes e durante o processo de seleção das candidatas a esposa de Maxon pelo ponto de vista do príncipe. Debaixo da superfície real, o jovem tem inseguranças e incertezas sobre este e outros aspectos de sua vida, dúvidas que só aumentam quando sua única amiga, Daphne, confessa que o ama, mas ele não retorna o sentimento. O dia de conhecer as candidatas chega, e por um acaso ele acaba conhecendo uma delas antes do programado. America Singer, que não queria se tornar princesa, acaba chamando atenção do príncipe devido a seu jeito único de ser. 
O conto O Guarda narra os acontecimentos a partir do momento em que a Seleção se torna a Elite, quando America já é uma das preferidas do príncipe e dá de cara com Aspen, seu ex-namorado. Ele agora é um soldado, e posto para vigiá-la acaba acordando velhos sentimentos em America. Nesse dia, Aspen deve testemunhar o castigo que deverá ser aplicado a dois traidores, um guarda e uma jovem da Elite, que foram pegos juntos. America tenta intervir e é impedida violentamente, o que acaba estremecendo seu relacionamento com Maxon. Apesar da antipatia que sente pelo rival, Aspen acaba percebendo que existe mais coisa no relacionamento entre o príncipe e seu pai controlador que a necessidade de manter as aparências esconde.

Eu já tinha os contos individuais em formato epub, mesmo assim tive comprar esse livro, pois além do conto O príncipe trazer um final extendido, o livro também traz os três primeiros capítulos de A escolha (que eu boiei lendo porque ainda não comecei A elite), uma entrevista com Kiera Cass, árvores genealógicas dos principais personagens (que ajudam a entender a personalidade de cada um), a lista das moças da Seleção, e as playlists de dos dois livros anteriores (que eu já estou baixando, quero ler A elite no clima). Um livro muito recomendado para todos os fãs.

A Seleção (Kiera Cass)




Título: A seleção
Autora: Kiera Cass
Editora Seguinte, 361p.

No pais chamado Illéa, a sociedade e dividia em castas.America Singer, da casta Cinco ("a terceira antes do fundo do poço"), acaba de receber seu envelope para a Seleção, uma competição entre mocas de dezesseis a vinte anos para decidir quem se casara com o príncipe Maxon. Só que America não em interesse nenhum em participar (seu coração ja tem dono). Mas quando Aspen termina com ela, a jovem já não se importa se será escolhida para participar da "competição", o que acontece. Perdida entre os preparativos da viagem, os contrato para assinar e as instruções que recebe, America acaba conhecendo o príncipe antecipadamente. Seu jeito único logo lhe garante a amizade de Maxon. Em meio aos ataques rebeldes e a seleção, ele se tornam próximos e mesmo sendo apontada como uma das favoritas, America não acredita nessa possibilidade, ate o próprio príncipe mostrar suas intenções. E sua resposta e o que mais surpreende.

Adorei esse livro. A Editora Seguinte não podia ter acertado mais quando escolheu esse lancamento. A capa e linda e retrata direitinho o momento em que America começa a "dominar" a seleção. Minha parte favorita (e que me surpreendeu, pois eu já tinha uma imagem preestabelecida e nada positiva da protagonista) foi quando America decidiu que não iria passar vergonha na frente de todos. Foi bom experimentar sua mudança de atitude (antes queria sair, depois decidiu ficar). Depois de Crepúsculo, série que eu também comecei a ler por empolgação, fiquei com pé atrás com livros da moda, mas esse me surpreendeu de modo agradável. Recomendado.