2 de jul de 2012

Corações em fase terminal (Fabiane Ribeiro)


Título: Corações em fase terminal
Autora: Fabiane Ribeiro
Ebook, 117 p.

Cátia sempre foi uma criança normal. Filha única de um casal que sempre quis ter filhos, criança feliz e aluna exemplar, se transforma em uma pessoa totalmente diferente entrar no mundo das drogas. Sua mãe, sem que o pai desconfie, resolve procurar ajuda de um professor especialista em jovens dependentes químicos. Depois de mais uma briga com seus pais e em um rompante de fúria, ela destrói o próprio quarto. Cansada, cai na cama e é aí que tudo começa a mudar. Seu quarto desaparece e quando Cátia abre os olhos, ela se sente muito bem. Em um novo ambiente, ela percebe que a imagem que contempla no espelho é a de uma jovem desgrenhada, em nada correspondente a ela própria. Ao abrir uma bela caixa dourada, Cátia percebe a fonte da dor que sente desde que acordou. Ela conhece Tadeu, que a leva para passear e fornece as explicações que ela busca sobre seu coração, a Caixa Sagrada e a cidade em que eles se encontram. Cátia vai aprender que os corações das pessoas que vivem neste lugar diferente governam os rumos que suas vidas tomam. Cada coração precisa de um tempo para se adaptar a seu novo ofício. Enquanto isso, ela espera para ver quem ocupará um dos quartos ao lado do seu. Quando a pessoa aparece, Cátia sente que a conhece de uma lembrança antiga. Ela e Lorena se tornam grandes amigas, ambas sentindo que já se conhecem. Um sentimento maior toma conta dela quando o quarto à direita é ocupado e assim, seu coração começa a ser curado. Quando as lembranças voltam e a jovem consegue recordar as escolhas erradas que fez, ela deve tomar uma decisão: continuar no caminho errado, machucando ainda mais seu coração? Ou ela irá finalmente reconhecer seus enganos e tentar encontrar a felicidade?

De quantas formas podemos machucar nossos corações?
Uma história para pensar somada a uma leitura leve resulta em um livro excelente. Através de uma história linda, Fabiane Ribeiro mostra as várias facetas do coração humano. De pedra, com manchas, ardendo em chamas, devorado pelo que existe de pior, assim são os corações mostrados. Um é endurecido, outro é manchado, e ainda outro é devorado por larvas. Existe também um coração que sangra e outro sem forma. Apesar desses defeitos, cada um tem uma missão única. Confesso que só fui entender o título no final... Também devo dizer que as descrições da cidade, do Santuário e de todos os lugares me lembraram muito o filme Nosso Lar (eu quase chorei). Uma história perfeita. Livro muito recomendado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário