30 de set de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011



O blog HappyBatatinha lançou está repetindo esse ano o Meme Literário. Para quem não sabe, o Meme Literário de Um Mês é uma série de perguntas relacionadas ao mundo literário que deverão ser respondidas uma por dia.
No blog, estão as regras para participação. As perguntas são:

Dia 01 – Que livro que você está lendo? Sobre o que é? Onde você está? Você está gostando?
Dia 02 – Qual foi o último livro que leu e qual é o próximo livro que lerá? Fale um pouco sobre eles.
Dia 03 – Você lê resenhas de livros? Elas influenciam na escolha de um livro? Ou na opinião que você tinha sobre um livro lido?
Dia 04 – Onde você gosta de ler? No sofá? Na cama? No ônibus? O lugar onde você costuma ler é o lugar onde você gosta de ler?
Dia 05 – Você costuma abandonar a leitura de um livro? Você está no meio da leitura de um livro, só que está odiando. É chato, sem graça, mal escrito… O que faz? Larga-o na mesma hora ou persiste até o final?
Dia 06 – Quem (ou o quê) inspirou seu amor por livros? Conte como foi.
Dia 07 – Você costuma emprestar ou pegar livros emprestados? Sim? Não? Por que?
Dia 08 – Quantos livros você tem? Qual o autor que você tem mais livros? Fale um pouco sobre isso.
Dia 09 – Você costuma ficar com todos os livros que compra? O que faz com aqueles que não gosta? Troca? Dá? Fica?
Dia 10 – Se você pudesse escolher um único livro para ganhar/comprar até o final do ano, qual seria?
Dia 11 – Cite um livro que fez você rir. Fale um pouco sobre ele.
Dia 12 – Se você pudesse conhecer um lugar/mundo que só existe nos livros, qual seria? Por que?
Dia 13 – Se você pudesse trocar de lugar com o personagem de um livro, qual seria? Que história dessa personagem você gostaria de viver?
Dia 14 – Se você pudesse fazer uma pergunta para o seu escritor preferido (vivo ou morto), qual seria o escritor e qual seria a pergunta?
Dia 15 – Qual é o seu vilão literário favorito? Por que?
Dia 16 – Cite um livro que você achou que não iria gostar e acabou adorando. Fale sobre ele.
Dia 17 – Cite um livro que você achou que iria gostar e acabou não gostando. Fale sobre ele.
Dia 18 – Você lê livros que não são para sua idade? Como livros infanto-juvenis ou YA para quem é adulto, ou livros adultos para quem é adolescente.
Dia 19 – Qual é o livro que você leu, gostou e recomenda para todo mundo ler também?
Dia 20 – Você gosta de poesias? Qual o seu poeta ou poema favorito?
Dia 21 – Quanto tempo em média você demora para ler um livro?
Dia 22 – Cite um ou dois livros com títulos que você acha interessante. Você costuma escolher livros pelo título?
Dia 23 – Você costumar ler e-books? Ou prefere o bom e velho livro em papel? Por que?
Dia 24 – Você lê um livro por vez ou gostar de alternar a leitura em dois ou mais livros?
Dia 25 – Tem algum livro que você tenha mais de uma edição do mesmo? Se sim, por que?
Dia 26 – Qual o maior (em número de páginas) livro que você já leu? Quanto tempo demorou? Fale sobre ele.
Dia 27 – Você costuma fazer anotações enquanto lê? Se sim, onde? A ideia de fazer anotações no próprio livro lhe assusta?
Dia 28 – O que você faz quando encontra uma palavra que não conhece durante a leitura? Para para procurar no dicionário? Anota para procurar depois? Ou tenta deduzir seu significado pelo contexto?
Dia 29 – Quantos livros em média você costuma comprar por mês? Você costuma comprar livros em sebos, ou prefere as livrarias? Compra muito pela internet?
Dia 30 – Qual foi o último livro que você comprou? Fale sobre ele.
Dia 31 – Qual o livro que você leu esse ano que mais gostou? Fale sobre ele.

Vou participar. Faço questão de postar por dia.

13 de set de 2011

Romances & Leituras: Promoção de aniversário!!!!!!



O mês de aniversário do blog Romances & Leituras está recheado de prêmios.
Para participar, tem que seguir as regras. Os prêmios são:

1 – O primeiro sorteado vai levar o livro 'Apenas Respire' + livreto + marcador
2 - O segundo sorteado vai levar 1 Kit com 3 romances de banca: 'Véu de Segredos' e 'Febre de Paixão' - Diana Palmer e O Sucesso em meus braços - Nicola Marsh
3 - Kit de bloquinho + marcadores + livretos
4 - Kit de marcadores + livretos


Já estou participando :)

12 de set de 2011

Aruanda de Eneida de Moraes – DL 2011



Tema: Autores Regionais

Mês: Setembro de 2011 (Livro II)

Título: Aruanda

Autor do livro: Eneida de Moraes

Editora: SECULT; FCPTN

Nº de páginas: 306

Sinopse: Aruanda, segundo Eneida, éo país que trazemos dentro de nós.

Quando vi a capa do livro, o que mais chamou a minha atenção foi… a capa não me chamou a atenção.

Eu escolhi este livro porque… era outra obra-prima da literatura paraense que eu sempre tive curiosidade em ler.

A leitura foi… boa. Nunca gostei muito de contos, fosse do autor que fosse, mas eu nunca havia lido nada de Eneida. A edição que eu li também continha outro conto, Banho de Cheiro, continuação de Aruanda, que se refere ao porto de Luanda, em Angola, de onde partiram muito navios com negros para servirem de escravos no Brasil. Esse porto foi o único cujo nome permaneceu na memória desses negros, através dos cantos de macumba. Essa pequena introdução já demonstra o grau desse livro.

O personagem que eu gostaria de ter ... foram... Não houve alguém que eu quisesse ter ajudado ou situação que quisesse ter influenciado. Acho que é porque o livro fala de um lugar histórico, o porto de Luanda. Não me entenda mal. Não quero dizer que eu não gostaria de ter ajudado a ir contra o tráfico negreiro, é só que Eneida fala desse acontecimento de um jeito tão diferente, que não vi algo que pudesse fazer.

O trecho do livro que merece destaque: o livro todo.

A nota que eu dou para o livro: 5

Belém do Grão Pará de Dalcídio Jurandir – DL 2011



Tema: Autores Regionais

Mês: Setembro de 2011 (Livro I)

Título: Belém do Grão Pará

Autor do livro: Dalcídio Jurandir

Editora: EDUFPA; Casa Rui Barbosa

Nº de páginas: 548

Sinopse: Em Belém do Grão Pará, lê-se, ao mesmo tempo, a história dos Alcântara, uma família de classe média, decaída do alto status social que tivera no governo do Prefeito Antônio Lemos, durante a alta da borracha, e a história da Belém dos anos 20, já decadente, mas com a estampa moderna parisiense que nela imprimira aquele Prefeito. Na tentativa de recuperar, pelo menos, a aparência da posição perdida, os Alcântara, sob a inspiração da fútil e gorda filha do casal, mudam-se da obscura rua onde moravam para a Av. Nazaré, onde se concentravam os ricaços, em geral fazendeiros da ilha do Marajó, mas vão ocupar aí uma casa em ruína, devorada pelos cupins. Quando a nova e chique residência ameaça desabar, a família, com a ajuda dos empregados, carrega, de noite, os poucos móveis que lhe restam, para a acolhedora sombra das mangueiras, à beira da calçada.

Quando vi a capa do livro, o que mais chamou a minha atenção foi… nada, na verdade. Mas a edição que eu li tem uma bela imagem: ao fundo, um dos pontos turísticos de Belém, o Ver-o-Peso visto da Baía de Guajará.

Eu escolhi este livro porque… é uma obra-prima da literatura paraense. Além do mais, o sobrenome da minha família é Alcantara, então fiquei curiosa para saber se podia fazer parte da família do livro (aqui no Pará, esse sobrenome tem tantas vertentes... Descobri isso quando fazia pesquisa da árvore genealógica da minha família, do lado materno).

A leitura foi… boa porque a linguagem é acessível. A história prende a atenção do leitor, principalmente porque se passa em uma Belém da época do boom da borracha, que as pessoas só conhecem pelos livros de história e por fotografias em preto e branco (eu particularmente adoro ver o Álbum de Belém, uma coleção de fotografias antigas da minha cidade e ver as mudanças nos nomes das ruas, como as praças eram antes, etc.).
Outro ponto forte do livro é que ele apresenta um glossário com palavras que podem ser estranhas ao leitor de outro estado e uma lista de topônimos com descrições dos lugares que fazem parte da geografia paraense.

O personagem que eu gostaria de ter ajudado foi a família Alcântara. Apesar de ser no mínimo curiosa a forma com ela perde todo o seu prestígio social.

O trecho do livro que merece destaque: todo o livro merece destaque.

A nota que eu dou para o livro: 5

2 de set de 2011

XV Feira Pan-Amazônica do Livro


Começou hoje a XV Feira Pan-Amazônica do Livro, que acontece no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, de 2 a 11 de setembro de 2011.



O país homenageado esse ano é a Itália, e a escritora homenageada é a poeta Dulcinéia Paraense. A programação esse ano está muito boa, cheia de oficinas bastante interessantes.

Eu, como bibliotecária e amante de livros, já estou lá. Vou aproveitar para colocar minhas leituras em dia.