16 de out de 2017

Proezas, percalços e passatempos perigosos (J.K. Rowling) – IDY 2017


Título: Proezas, percalços e passatempos perigosos
Autora: J.K. Rowling
Mês: Outubro
Tema: Com bruxos/bruxaria
Editora Pottermore, 71p.

Quem foi realmente Minerva McGonagall? Tida como a professora mais séria de Hogwarts, foi um prazer saber mais sobre sua história de vida, desde seu nascimento até assumir o cargo de diretora de Hogwarts, passando pelo sua juventude, mostrando sua carreira profissional e seu casamento, e sua capacidade de se transformar em um animal. O que leva a segunda parte, onde se fala sobre os animagos:

Se você continuar a repetir seu encantamento ao nascer e ao pôr-do-sol, chegará um momento em que, ao toque da ponta da varinha no peito, sentirá um segundo batimento cardíaco, às vezes mais forte do que o primeiro, às vezes mais fraco.

Na terceira parte, narra-se a história de vida de Remo Lupin, como ele era na infância e o motivo do ataque de Fenrir a ele quando garoto, o transformando em um lobisomem, e a sua vida com o estigma da desconfiança. A quarta parte fala sobre os lobisomens. Seguidamente, tem-se um relato breve da vida da professora Trelawney, e sobre o antigo professor de Trato das Criaturas Mágicas, Silvano Kettleburn.

AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!! VOLTEI PARA HOGWARTS!!!!!!!!!!!!!!!! TÔ SURTANDO!!!!!!!!! Então, tá. Agora que já me acalmei, vamos à resenha.
Eu AMEI esse ebook. Para começo de conversa, valeu a pena matar a saudade de Hogwarts. Não tem como não sentir falta das histórias do mundo de Harry Potter, e eu nunca mais entrei no Pottermore, então estava carente mesmo.
Amei saber sobre a vida da minha professora favorita, McGonagall, fiquei fascinada com o processo de transformação de um homem em animal (é por isso que amo J.K. Rowling. As leis e regras que ela cria para o mundo bruxo só fazem dar substância a história), e gostei das conexões que a autora faz de um assunto para outro (McGonagall, animagos, Lupin, lobisomem). Quando li o terceiro livro da série, e Hermione revela que o professor Lupin é um lobisomem, fiquei curiosa para saber como aconteceu. À medida que a história ia se complicando, deixei esse assunto de lado. Mais uma vez, Rowling consegue de uma maneira muito simples retornar a uma curiosidade (adormecida, mas sempre presente), e de novo, mostra que tudo está sempre interligado (como sempre tem uma lição: a boca sempre paga). As curiosidades sobre os lobisomens também foram ótimas de saber, e a surpresa ficou conta do último personagem mencionado (surpresa porque era o tipo de personagem que, apesar de brevemente mencionado, deve ter suscitado curiosidade em alguém, o que mostra que a autora sempre pensa em todos os fãs). Agora eu estou louca para ler os outros ebooks, mas vou me acalmar. Não é sempre que temos novidades sobre o mundo de Harry, então eu sempre guardo o que consigo para momentos futuros. Completamente recomendado.

13 de out de 2017

Divergente (Kate Egan) – 52 Weeks Project 2017


Título: Divergente guia oficial do filme
Autora: Kate Egan
Mês: Outubro
Editora Prumo, 156p.

Sinopse: Acompanhe na íntegra a jornada cinematográfica da série Divergente. São mais de 150 fotografias do filme e dos bastidores, que mostram a recriação do Fosso da Audácia, da Sede da Erudição, do setor da Abnegação e de seus extraordinários personagens. Descubra tudo sobre a elaboração dos figurinos, veja os desenhos conceituais em 3D e muito mais! Nas entrevistas com Veronica Roth, o diretor Neil Burger, os atores Shailene Woodley, Theo James e Miles Teller, você vai conferir o que inspirou o universo de Divergente. Acompanhe ainda o passo a passo de como as páginas desse mundo forma transformadas em uma experiência visual inigualável.

Eu tenho esse livro faz um tempão e achei que seria uma boa oportunidade para ler. Desde que o último filme dessa série foi cancelado no cinema, eu fiquei com um pé atrás em relação a tudo relacionado a adaptação (a história é boa, e pra variar, as megalomanias de Hollywood conseguiram que a série ficasse sem conclusão no cinema). Mas eu gostei das curiosidades sobre os atores, sobre a produção, e principalmente sobre como Veronica Roth começou tudo. Vale a pena para o fã matar a curiosidade sobre o primeiro filme.

11 de out de 2017

O homem da lua (William Joyce) – IDY 2017


Título: O homem da lua
Autor: William Joyce
Mês: Outubro
Tema: Infantil
Editora Rocco, 56p.

Dalua era o filho do czar e da czarina Lunanoff. Quando bebê, ele e seus pais velejavam pelo Universo no Veleiro Lunar. Iam com eles as lagartas lunares, os lunobôs e, claro, Noiteluz, guardião do bebê. Mas a tranquilidade da Era de Ouro foi abalada quando Breu, Rei dos Pesadelos, se interessa pelo bebê que nunca teve um pesadelo na vida. Assim, o czar e a czarina fogem para longe, até um planetinha verde e azul chamado Terra, onde o Veleiro Lunar ficou orbitando. Quando Breu se aproxima, os pais de Dalua o escondem e Noiteluz promete que vai proteger o bebê. Quando a batalha tem fim, Dalua agora é um órfão, e só tem como companhia as lagartas e os lunobôs. Por um tempo, ele passa a observar as crianças na Terra com os telescópios do pai e deixa de se sentir sozinho. Ele cresce e se torna o Homem da Lua, responsável pela união dos Guardiões da Infância.

Juramos zelar pelas crianças da Terra, 
Mantê-las sempre longe do perigo, 
Preservar seus corações alegres, suas almas valentes e suas bochechas rosadas. 
Protegeremos com nossas próprias vidas seus sonhos e esperanças, 
Pois eles são tudo que temos, tudo que somos, 
E tudo que para sempre seremos.

Que livro mais lindo. Pequeno e bem infantil, totalmente colorido e uma maravilha de leitura. A criaturinha responsável pela origem dos guardiões, pela qual eu não dei nada quando vi o filme (me sinto envergonhada de admitir), mas por quem agora me sinto completamente encantada. Vale muito a pena comprar e ler para uma criança ou para se ter na estante. Afinal, todos nós já fomos crianças e sempre quisemos saber mais sobre os seres que povoaram nossos momentos mais inocentes.

9 de out de 2017

O castelo de Otranto (Horace Walpole) – DL L&T 2017


Título: O castelo de Otranto
Autor: Horace Walpole
Mês: Outubro
Tema: Terror, suspense, thriller psicológico
Editora Nova Alexandria, 151p.

O filho de Manfred, senhor do castelo de Otranto, está prestes a se casar. Mas um pouco antes do casamento, Conrad é esmagado e morto por um elmo gigante que cai do alto. O evento inexplicável é de mau agouro, pois traz a luz uma antiga profecia que diz que "o castelo e o título de senhor de Otranto deixariam de pertencer à atual família se o proprietário real se tornasse grande demais para habitá-lo". Pensando que a morte do filho fosse o fim de sua linhagem, Manfred resolve se casar com a ex-noiva, Isabella, mas a jovem fica tão aterrorizada que foge em busca de ajuda. Ela conhece o camponês Theodore, que a ajuda a chegar na igreja onde ela se torna protetora do frade Jerome. Com ódio por ter sido enganado, Manfred ordena a morte do camponês, mas o frade o reconhece como seu filho. Aí o homem tem que escolher entre entregar Isabella ou ver o filho morrer. Os dois são interrompidos quando uma trombeta anuncia a chegada de cavaleiros de outro reino, em busca de Isabella. A jovem acaba sendo encontrada por Theodore, que a protege de novo, mas a confusão leva a uma descoberta que vai mudar o rumo da vida de todos.

Na procura por livros do tema do mês na minha estante particular e na biblioteca que trabalho, encontrei este, mas as resenhas sobre ele me decepcionaram um pouco, então só fiz questão de ler porque ele foi o primeiro romance gótico, tendo inspirado autores famosos como Bram Stoker e Stephen King. Achei o enredo meio louco, mas para quem gosta do gênero, é uma boa pedida. Se você procura por uma história que vai fazer seus cabelos ficarem em pé, esse livro vai decepcionar. No entanto, os elementos do gótico estão lá: castelo antigo, passagens secretas e escuras, fatos inexplicáveis e sobrenaturais. Não é meu gênero favorito, mas eu acabei gostando. Apesar de achar que a história meio enrolou na metade do livro (eu já estava confundindo a Isabella com Matilda), o final acaba sendo surpreendente.

6 de out de 2017

Os arquivos perdidos (Pittacus Lore) – 52 Weeks Project 2017


Título: Os arquivos perdidos: a navegadora
Autor: Pittacus Lore
Mês: Outubro
Editora Intrínseca, 130p.

Lexa sofre um ataque. Seu prédio foi destruído, ela só se salva porque estava num porão. Zophie a alerta sobre a destruição que está tomando conta de Lórien, e sua única chance é correr para o Museu Lórico de Exploração, de onde vai sair uma nave em direção à Terra. Lexa irá navegar essa nave, e à medida que ela sobrevoa, toma ciência da destruição que abateu seu planeta. Zophie, Crayton e Ella sabem que outra nave também saiu de Lórien, mas não conseguem manter contato. O tempo vai passando e enquanto Crayton e Zophie começam a se preparar para desembarcar na Terra, Lexa começa a se perguntar o quanto do ataque a Lórien devia ter sido previsto pelos Anciões. Quando mal chegam na Terra, os mogs já estão no seu encalço. Quando Crayton decide partir com Ella e uma das quimeras que vieram com eles, Zophie e Lexa continuam em busca da outra nave e assim tem início a busca pela Garde e os alertas sobre o perigo dos mogadorianos.

Acho que esse é maior ebook dessa série. Como sempre a história é envolvente, fez com que eu destruísse as minhas unhas e conseguiu preencher as várias lacunas da história dos livros. Não tenho muito mais o que falar porque não quero soltar spoilers, mas indico totalmente.

29 de set de 2017

Existência (James Frey) – 52 Weeks Project 2017


Título: Existência
Autor: James Frey
Mês: Setembro
Editora Intrínseca, 163p.

Jago se apaixona e desapaixona na velocidade da luz. Ele é assim, e todas as garotas que já foram largadas por ele dizem que vale a pena ser amada e abandonada pelo herdeiro da organização criminosa peruana mais poderosa. Ele é o Jogador, é temido e usa disso para salvar uma garota, com quem acaba se envolvendo mais do que deveria. Jago fica surpreso ao constatar que ama Alicia, e que ela sente o mesmo. Mas a vida dos dois é completamente diferentes, e por mais que a jovem tente mudá-lo, eventualmente Alicia percebe que eles são o que são. Até a mãe de Jago mostrar o amplo alcance do seu poder e que nem tudo é o que parece ser.
An Liu foi treinado pelo pai desde pequeno para aguentar a dor, porque é assim que se treina um jogador. Antes, ele achava que obedecendo o pai em tudo, a mãe voltaria para casa. Agora, com dez anos, ele tenta enfrentar o pai e acaba recebendo uma lição muito dura. Enquanto se recupera, passa a maior parte do tempo no computador, hackeando redes sociais e bases de dados do governo enquanto procura a mãe, sem sucesso. Um dia, recebe uma mensagem de alguém convidando-o para jogar, um hacker como ele. Os dois acabam se tornando amigos, mas como An aprendeu na vida, tudo que é bom não dura para sempre.
Hilal passou muito tempo entre pessoas normais, ajudando-as, dando conforto, amizade e alegria. Quando uma infecção toma conta do lugar, ele volta para casa, mas casa agora é uma palavra que ele não consegue mais associar ao lugar onde nasceu, pois as lembranças dos que ele deixou para trás o perseguem. Para distraí-lo, ele é enviado ao Museu Egípcio em busca de um manuscrito raro de seu povo. Na volta para casa, ele se depara com uma manifestação e sem querer, acaba envolvido com um grupo de jovens que lutam contra o governo. Ao tentar resgatar a líder do grupo, ele aprende algumas verdades sobre a vida, riscos e o que significa lutar pela humanidade.
Sarah é escolhida jogadora depois de um dos testes pelo qual seu irmão, o jogador inicial, deve passar dá errado. De início, ela reluta em aceitar, depois seu treinamento começa. Sarah se sente mal em ter que mentir para a melhor amiga e para o namorado, mesmo assim ela continua mentindo e treinando. Depois de passar por um teste difícil, Sarah toma consciência da importância de seu treinamento e do que realmente significa o Endgame.

Mais uma vez, nada a dizer além do fato que que eu não consegui largar até terminar o ebook todo. Com cada uma das histórias individuais, o autor consegue prender a atenção e mostrar como era a vida de cada um dos jogadores, o que acaba remetendo ao primeiro livro e o que se viu sobre cada um deles. Vale muito a pena e não vejo a hora de ler o segundo livro, agora que já sei uma história mais completa sobre o vencedor.

22 de set de 2017

Human date (Anna Banks) – 52 Weeks Project 2017


Título: Human date
Autora: Anna Banks
Mês: Setembro
33p.

Rayna é completamente obcecada com o mundo humano. Ela obriga (ou implora) a Toraf que eles tenham encontros (de namorados) humanos, e ele faz as vontades dela. Apesar de todas as vezes eles se enrolarem, como por exemplo, para comer uma simples salada em um restaurante.

Mais um conto para mera diversão. E foi divertido mesmo, ver como Rayna, apesar de toda a empolgação com um jantar, também não vê sentido em sair para simplesmente comer. Leitura leve, sem grandes pretensões.

15 de set de 2017

Girls day out (Anna Banks) – 52 Weeks Project 201


Título: Girls day out
Autora: Anna Banks
Mês: Setembro
Editora Feiwel & Friend, 32p.

Emma está passando o dia com a irmã de Galen, Rayna. Na verdade, dando uma de babá, na tentativa de manter uma relação cordial com a jovem syrena. Mas as maluquices de Rayna e o achado de uma boneca levam as duas a se meterem em confusão. 

Um pequeno conto que acrescenta ao que os leitores da série Poseidon já conhecem sobre Rayna e Emma. Foi uma leitura bem rápida, minha única ressalva é que os contos anteriores aprofundaram mais na historia dos personagens, diferente deste, que foi mais para divertir do que outra coisa.

13 de set de 2017

Princesa das águas (Paula Pimenta) – DL L&T 2017


Título: Princesa das águas
Autora: Paula Pimenta
Mês: Setembro
Tema: Nacional
Editora Galera Record, 368p.

Arielle é uma das grandes promessas da natação brasileira para as Olimpíadas de 2016. Filha caçula de uma cantora famosa que morreu no parto e de um ex-nadador famoso, ela decidiu optar pela carreira do pai ao invés de fazer parte da banda composta por suas irmãs. Apesar de gostar muito de nadar, Arielle sente falta de viver uma vida comum onde possa sair para beber e se divertir, coisa que se torna impossível com a imprensa atrás dela o tempo todo pronta para julgar seus passos. Mesmo com esses impedimentos e a constante cobrança de seu pai e seu treinador, Arielle resolve escapar para ir a uma festa onde estarão vários atletas. Lá, ela acaba salvando a vida do cara mais lindo que ela já viu na vida e mesmo sem saber quem ele é, se apaixona perdidamente.
Só que o cara que quase se afogou não é ninguém menos do que o favorito do tênis suíço, Erico. Só que ele não sabe quem é a garota misteriosa que o salvou e mesmo com seus apelos na imprensa para que ela fale com ele, Arielle fica com medo e resolve se focar nos treinos. Quando é anunciada uma gincana com várias atividades para que os atletas participem, Arielle se vê envolvida na maior confusão ao tentar chegar perto de Erico. Mesmo sem poder falar perto dele, a atração entre os dois só cresce, mas a jovem vai descobrir que a ajuda que vem recebendo, na verdade, só quer prejudicar seu romance...

Esse livro é maravilhoso, como os outros da série. A história consegue cativar desde o início, e confesso que o fato de eu saber que seria uma nova versão da história de Ariel, só percebi que a história seguiria o mesmo enredo quando vi o nome do príncipe encantado de Arielle: Erico (nem o treinador se chamando Sebastião fez eu me tocar). A leitura é bem leve e divertida, e eu gostei do pano de fundo serem os jogos olímpicos (do ano passado). Os posts no blog de uma das personagens e as mensagens de celular dão um toque mais dinâmico a história. Livr excelente, completamente recomendado.

11 de set de 2017

Jogando xadrez com os anjos (Fabiane Ribeiro) – IDY 2017


Título: Jogando xadrez com os anjos
Autora: Fabiane Ribeiro
Mês: Setembro
Tema: Autor brasileiro
Editora Universo dos Livros, 400p.

Na Inglaterra de 1947, a Europa está se recompondo de uma guerra devastadora. Anny só vê os pais nos sábados, quando eles voltam para casa depois de uma semana de trabalho. No entanto, em um desses dias, em que ela os espera até tarde, eles chegam com uma notícia que acaba com a alegria da menina: agora, seus pais só a verão uma vez por ano, pois o trabalho deles exige agora que eles se afastem mais de casa. Assim, a menina passará a viver com Jane, sua professora, e o marido Hermes. Mal ela sabe a diferença que ocorrerá em sua vida, pois Jane se mostra uma verdadeira carrasca, obrigando Anny a cuidar da casa, a dormir em um quartinho nada confortável e a viver escondida. Como companhia, a menina só tem sua ovelhinha de pelúcia e o jogo de xadrez que ganhou do pai, e passa por situações que nenhuma criança deveria passar. No entanto, seu bom coração e sua qualidade única de ser feliz não importa o que aconteça a ajuda a atravessar todos os momentos difíceis com a serenidade que somente um anjo poderia possuir.

Estava para fazer a resenha desse livro faz um tempão. Com mais uma de suas histórias tocantes, Fabiane Ribeiro (quem parece que adquiriu a capacidade de me fazer chorar como um bebê) nos ensina, através de sua pequena protagonista, lições valiosas. Em alguns momentos fiquei revoltada com essa história, tive muita vontade de matar a odiosa Jane e fiquei apavorada pela menina (tive que ler o final do livro para saber se existiria alguma espécie de final feliz, já que tudo rumava para a pior). Esta edição da Universo dos Livros é aquela com a capa mais bonita e que, a meu ver, tem mais a ver com a história (essa é a segunda edição, o livro já tem uma terceira). Recomendo esse livro para todos que gostem de uma história bonita com preciosas lições de vida.